Centro Espírita Amor a Jesus

R. Cap.José Neves Bicudo, 274 - Jacareí - São Paulo - BR

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Aparências

E-mail

Não acuse o irmão que parece mais abastado. Talvez seja simples escravo de compromissos.
Não condene o companheiro guindado à autoridade. É provável seja ele mero devedor da multidão.
Não inveje aquele que administra, enquanto você obedece. Muitas vezes, é um torturado.

 

Não menospreze o colega conduzido a maior destaque. A responsabilidade que lhe pesa nos ombros pode ser um tormento incessante.
Não censure a mulher que se apresenta suntuosamente. O luxo, provavelmente, lhe constitui amarga provação.
Não critique as pessoas gentis que parecem insinceras, à primeira vista. Possivelmente, estarão evitando enormes crimes ou grandes desânimos.
Não se agaste com o amigo mal-humorado. Você não lhe conhece todas as dificuldades íntimas.
Não se aborreça com a pessoa de conversação ainda fútil. Você também era assim quando lhe faltava experiência.
Não murmure contra os jovens menos responsáveis. Ajude-os, quanto estiver ao seu alcance, recordando que você já foi leviano para muita gente.
Não seja intolerante em situação alguma. O relógio bate, incessante, e você será surpreendido por inúmeros problemas difíceis em seu caminho e no caminho daqueles que você ama.

Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Agenda Cristã. Ditado pelo Espírito André Luiz. Edição de Bolso. Rio de Janeiro, RJ: FEB. 1999.
 

 

 PALESTRAS PÚBLICAS
Temas do Evangelho 
Segundo o Espiritismo


xAAOS SÁBADOS DAS 20 ÀS 21:05hxxx
(+passe, vibrações e prece)
AOS DOMINGOS DAS 19 ÀS 19:40h

Faça parte da nossa comunidade.
Conecte-se com o CEAJ.




Saiba como...  
Material da FEB - Retire aqui

 

Pensamento do Mês
- Abril/18 -

"Ensinai, pois, a caridade e, sobretudo, pregai pelo exemplo: esta é a âncora da salvação da sociedade. Só ela pode realizar o reino do bem na Terra, pois o reino do bem é o reino de Deus."

Allan Kardec
Viagem Espírita em 1862


"Se você realmente ama aqueles que lhe compartilham a estrada, auxilie-os a ser livres para encontrarem a si mesmos, tal qual deseja você a independência própria para ser você, em qualquer lugar." (André Luiz-Chico Xavier)